Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Houve um dia, há algumas dezenas de milhares de anos atrás, em que um antepassado nosso foi capaz de mentir pela primeira vez. Um ser que vivia num mundo aterrador, onde o sofrimento e a morte poderia surgir a qualquer momento e de qualquer parte, que, subitamente, teve a capacidade única no reino animal de pensar em algo que não tinha existência real. Esse foi o momento da fundação da Humanidade. Foi esse momento o percursor da nossa evolução para além do mundo animal, que só se tornou possível precisamente por esta nossa singular capacidade de mentir. A mentira é o ardil, é a ficção, é a religião, é o sonho, é o imaginário. A capacidade de mentir, a capacidade pensar e dizer o que não existe, esse é o primeiro passo para se inventar uma nova realidade e construir o nosso próprio destino.

 

Livros: Nova teoria do Pecado (Miguel Real), Sapiens – História breve da Humanidade (Yuval Harari)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Mais sobre mim

foto do autor



Links

  •  

  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D