Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Rotina

07.06.17

Quando fazemos determinadas tarefas que se repetem ao longo dos dias o nosso cérebro tem a capacidade de criar a ilusão nefasta de comprimir a nossa experiência da passagem do tempo. Quem não experimentou a agradável sensação do tempo passar mais lentamente quando, por um dia, se abandona a sua rotina habitual? Mas o certo é que, se durante alguns dias estivermos fora da rotina habitual essa ausência de rotina se metamorfoseia numa nova rotina, e a passagem do tempo volta a acelerar. E estando instalada uma rotina, sair desse ciclo exige de nós um esforço adicional, como se existisse uma inércia na rotina: quebrar a rotina exige esforço. Mas a rotina é também o nos permite viver de forma ordenada, sem surpresas e com uma falsa sensação de previsibilidade, que de alguma forma o nosso cérebro deve necessitar para sua tranquilidade.

 

A rotina é construída no nosso cérebro e só existe dentro de nós, mas é um sequestrador imaginário da nossa capacidade de usufruir da liberdade e um poderoso encolhedor do Tempo. Se não existisse esta sensação de rotina quão diferente seria o nosso Tempo?

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Links

  •  

  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D