Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Notícias falsas

21.11.16

A tecnologia está a revolucionar a sociedade. O acesso ilimitado à informação que a tecnologia nos proporciona tem vantagens inquestionáveis mas existem também efeitos perversos de inegável gravidade. Desde logo a incapacidade de aprofundar temas, de investir mais do que uns segundos em cada assunto. A nossa sociedade só consume o que é imediato, o que lhe é entregue já mastigado e para usufruto imediato. Um exemplo é o comportamento das pessoas quando tentam visualizar determinado conteúdo e o seu carregamento demora mais que uns segundos: o que a maioria faz é desistir desse conteúdo e passar de imediato ao seguinte. Se aquilo que queriam consumir não lhes é entregue de imediato, então já não interessa. Este comportamento denúncia muito do que somos hoje enquanto consumidores de informação e conhecimento. Outro fator é a falta de escrutínio da qualidade da informação que se consome. Se o que nos é entregue é verdade, manipulado ou apenas uma perspetiva parcial da realidade deixa de ser relevante. 

 

Em assuntos complexos não há tempo a investir no conhecimento total da realidade e qualquer informação superficial e parcial nos serve. A sociedade contenta-se com a espuma dos acontecimentos. A ficção e a realidade são conceitos que se diluem. No que podia ser uma sociedade de informação, a tecnologia está a tranformar-nos numa sociedade de desinformação.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Links

  •  

  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D