Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O mais próximo que alguma vez nos conseguiremos aproximar do infinito é estar no presente. O presente é o único deslumbre de infinito ao nosso alcance.

 

INFINITO PRESENTE

 

No movimento veloz 

fluir sem pausa 
de nossa viagem,
embala-nos a ilusão
da fuga do tempo. 

Poeira esparsa no vento,
apenas passamos nós. 
O tempo é mar que se alarga
canções 
num infinito presente 

 

HELENA KOLODY, Infinito presente, 1980 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Mais sobre mim

foto do autor



Links

  •  

  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D