Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Para a filosofia budista só atingindo o desapego da mente a todas as coisas, compreendendo que são impermanentes e na sua essência vazias de significado, se consegue atingir a verdadeira felicidade. Em contraponto com a serenidade e a tranquilidade do desapego, a paixão é capaz de nos elevar aos picos mais altos da euforia, sabendo nós também que a mesma paixão nos pode conduzir aos abismos mais profundos da tristeza e do sofrimento.

 

Creio que a verdadeira arte de viver está em encontrar o difícil equilíbrio entre a paixão e o desapego por todas as coisas.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Links

  •  

  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D