Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Existe o costume de dizer que a vida não é justa. Desde logo, o conceito de justiça é uma invenção do Homem, na Natureza não existe justiça ou injustiça, o que existe são simplesmente acontecimentos. A ideia de que deverá existir uma qualquer recompensa ou causalidade em função do nosso comportamento anterior só é aplicável às ficções humanas, é invenção do animal Homem. É mais uma forma de o Homem, na sua enorme insignificância, tentar extrair  desesperadamente algum sentido do absurdo.

 

Mas, ainda assim, não podemos dizer que a vida seja injusta. Isto porque a vida, sendo injusta de igual forma para todos nós, acaba por ser, à sua maneira, justa para todos. Mais do que da justiça, a nossa vida depende, à falta de melhor termo, da sorte. Porque o acaso resulta unicamente da nossa falta de capacidade de perceber o que nos acontece. Na religião católica os padres costumam referir que “os desígnios do Senhor são insondáveis”, que é somente uma forma de dizer que o motivo do que nos acontece está para além da nossa compreensão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Links

  •  

  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D