Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A questão sobre o que distingue o Homem dos restantes animais é bem mais subtil do que gostamos de pensar. Temos tendência a considerar-nos como diferentes, superiores, como se fossemos o objetivo último da natureza e não como algo mais que dela emanou e que a ela pertence, como todos os outros seres. Comportamo-nos vergonhosamente como o novo-rico que renega a família pobre. E mais, não só renegamos a família como tudo estamos a fazer para a destruir.

 

Somos seres da natureza, mas existe de facto uma diferença entre nós e os restantes animais. Não é a linguagem, há outras espécies capazes de comunicar de forma eficaz e complexa. A grande diferença reside na capacidade que o Homem adquiriu apenas há algumas dezenas de milhares de anos atrás, na denominada Revolução Cognitiva: a capacidade de criar ficções.

 

É essa capacidade de ficcionar, de criar conceitos que não têm correspondência com o real, que permite mobilizar o Homem em grupos superiores a algumas dezenas de indivíduos para tarefas de elevada complexidade e que exigem a colaboração entre indivíduos que não se conhecem e que, noutras circunstâncias, nunca confiariam uns nos outros. É a nossa capacidade, tanto quanto sabemos única entre os animais do nosso planeta, de pensar e acreditar em entidades que não existem que nos torna verdadeiramente diferentes.

 

Os mitos, os deuses, as religiões, as leis, a arte, os direitos humanos, a justiça e a injustiça, o dinheiro, as empresas, os grupos desportivos e as nações são tudo exemplos de entidades fictícias que são a infraestrutura da sociedade humana, que permitiu a colaboração entre milhões de indivíduos desta espécie com vista a um objetivo comum. O que somos hoje é o fruto de conceitos irreais que soubemos criar, do nosso imaginário.

 

Bibliografia: Sapiens, História breve da Humanidade, Yuval Harari

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor



Links

  •  

  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D