Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

27
Ago15

A ética e o futuro

A evolução tecnológica na genética permite que hoje estejamos a criar novas espécies e no futuro estará ao nosso alcance transformar a nossa própria espécie em algo diferente. A evolução ao nível da inteligência artificial permite-nos hoje criar máquinas capazes de pensar e tomar decisões de forma autónoma. Essas máquinas estão ser utilizadas para matar seres humanos, por máquinas poderosas eufemisticamente denominados por drones. Estamos a criar robots assassinos, o que visto à luz da história da Humanidade não deve surpreender, pois a tecnologia foi sempre utilizada em primeiro lugar na guerra. No futuro poderemos construir máquinas capazes de aprender, de se reproduzir e de ter sentimentos. Poderemos criar vida inteligente não-orgânica. Estamos a transformar-nos em deuses.

 

Estes exemplos representam desafios éticos imperativos. Antes de os cientistas se lançarem nos seus laboratórios a dar vida a novas espécies e a construir máquinas assassinas que pensam devia-se refletir se é isto que queremos fazer, se é isto que devemos fazer e quais os limites a impor. Somos neste momento aprendizes de feiticeiro sem noção do poder da magia que começámos a explorar. Somos crianças com brinquedos novos sem nenhum adulto a definir-nos os limites. Faz falta pensamento, ideias, regras e limites. Faz falta ética.

 

Um exemplo no campo da inteligência artificial são as três regras das robóticas definidas em 1942 por Isaac Assimov:

 

1ª Lei: Um robô não pode ferir um ser humano ou, por inação, permitir que um ser humano sofra algum mal.

2ª Lei: Um robô deve obedecer as ordens que lhe sejam dadas por seres humanos exceto nos casos em que tais ordens entrem em conflito com a Primeira Lei.

3ª Lei: Um robô deve proteger sua própria existência desde que tal proteção não entre em conflito com a Primeira ou Segunda Leis.

 

Quem pode hoje definir as regras da manipulação genética ou da inteligência artificial? E caso sejam definidas como se poderia garantir a sua aplicação? A ética é mais do nunca crucial para definir o futuro da Humanidade.

 

Bibliografia: Sapiens, Breve história da Humanidade, Yuval Harari

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.