Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

12
Ago15

A fina camada de verniz

A sociedade em que vivemos tem uma aparência de solidez, de ancestralidade e de futuro. Raramente questionamos porque é que as coisas são assim e duvidamos que amanhã sejam diferentes. Relacionamos com milhares de outros seres humanos, que não conhecemos, e com os quais temos uma forte sensação de integração.

 

A sociedade só é possível de se manter unida e pacífica por um motivo: confiança. É a confiança que temos, consciente ou inconsciente, para com os restantes seres humanos que compõem a nossa sociedade que nos permite viver em comunidade. Esta confiança não deixa de ter algo de muito peculiar: de onde vem essa confiança em seres humanos que não conheço, com quem nunca falei, que nunca vi? O certo é que é essa confiança que permite uma sociedade estável, e aparentemente as sociedades são estruturas sólidas e intemporais.

 

Essa solidez é no entanto uma miragem. A sociedade é um conceito imaterial, inventado pelos humanos, o que não é equivalente a dizer que é irreal. A sociedade existe, mas é resultado da nossa capacidade de criar conceitos imaginários. É a confiança que mantém uma sociedade funcional e esta é uma fina camada de verniz que muito facilmente pode estalar. Sem a confiança desmorona-se por completo o alicerce da organização, criando a desordem e a violência. Nunca devemos esquecer quão frágil é esta fina camada de verniz.

 

Sapiens, História Breve da Humanidade, Yuval Harari.jpg

Sapiens, História Breve da Humanidade, Yuval Harari

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.