Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

02
Dez15

Tempo: antes e depois

Assumindo o risco de considerar que o universo tem uma lógica que esteja ao nosso alcance compreender podemos lançar-nos na actividade fútil mas desafiadora de pensar no que está para lá do nosso tempo e do nosso Universo. Pois se o nosso Universo como o conhecemos teve um início terá, na nossa lógica, um fim. Mas se o Universo na sua forma atual tem um ciclo de vida, já se torna mais complicado aceitar que a matéria/energia, nas usas diversas formas possam ter um início. Pois nesse caso voltamos à velha questão sobre como foi criada a matéria/energia/espaço.

 

Vamos então assumir que a matéria/energia não tiveram um momento de criação (poderse-ia dizer que sempre existiram mas sendo que o conceito de sempre é relativo pois o nosso próprio tempo não existiu sempre). O nosso Universo nasceu numa explosão, expandiu-se obdecendo a determinadas regras, a que chamamos Física, definidas por um conjunto de constantes que regem as interações ente matéria, energia e tempo. E o que pode acontecer? O Universo pode continuar a expandir-se indefinidamente, até acabar numa dispersão de matéria inerte, ou, em determinado momento, inverter o processo de expanção e iniciar uma implosão que o levaria novamente ao momento de singularidade inicial. E este processo poderia repertir-se indefinidadamente, de cada vez nascendo um Universo novo, com uma Física distinta, com uma configuração de matéria, energia e tempo completamente diferente. 

 

A resposta do que aconteceu antes do inicio do nosso tempo seria: existiu outro tempo, em outro Universo, feito com a mesma matéria mas totalmente distinto do nosso. 

 

 

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.