Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

09
Nov17

Antropoceno

Quando, daqui a uns milhões de anos, algum ser fizer a história deste planeta a época em que vivemos poderá vir a ser denominada como Antropoceno. Este termo, queé hoje utilizado por alguns cientistas, refere a época geológica em que a Terra é modificada pela ação do Homem.

 

Estamos na era em que um animal dominou e alterou de forma radical o planeta onde nasceu. Um animal que aprendeu a estranha arte da mentira, de conseguir pensar e dizer o que não existe, do mito à religião, do dinheiro à poesia, da arte ao amor, conseguindo que milhões de indivíduos se organizassem em torno de ideias e ficções. Um animal que conseguiu descobrir as origens do Universo e compreender a linguagem em que as regras que o regem estão escritas. Um animal que, conseguiu descodificar o código da vida e a alterá-lo de acordo com as suas necessidades criando novas formas de vida.

 

Um animal que começa agora a entender que a sua ação está a destruir o Planeta e sabe que tem que abdicar do seu estilo de vida para não destruir a única casa que temos. E é agora que algo vai ter que acontecer, o que nós fizermos agora, vai definir a vida possível das gerações vindouras ou conduzir-nos a uma provável extinção. Somos nós, o Homem, que definimos o que queremos que seja o Antropoceno.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.