Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

25
Set20

Fraga do Puio

Quando nos aproximamos de Miranda do Douro destaca-se de imediato o edificio da Sé Catedral, verdadeiramente imponente em toda a sua grandeza. A mota ficou estacionada no Largo do Castelo (Lhargo de L Castielho em língua mirandesa) e percorremos as ruas principais da zona dentro de muralhas. Toda a zona do centro histórico se encontra impecavelmente arranjada, a maioria das ruas reservada a peões e, não fosse o calor que se fazia sentir naquela hora, o agradável passeio teria sido bastante mais demorado.

 

Resolvido o almoço seguimos para um outro miradouro, o da Fraga do Puio, Peinha de l Puio em mirandês, na aldeia de Picote, uma bonita aldeia quase dependurada nas arribas do Douro. O miradouro é fabuloso, com vista sobre um gancho do rio Douro e as suas incríveis ravinas. Nele foi construída uma plataforma sobre as falésias com chão de vidro, que inevitavelmente provoca algumas vertigens e fotos sempre espetaculares. Mas, talvez por ser um miradouro mais turistico, no momento em que lá fomos estavam vários visitantes, o que dificulta o usufruto tranquilo da vista e, talvez o mais importante, do seu silêncio.

 

A palavra “miradouro” é aqui duplamente bem aplicada, pois é precisamente a vista do rio Douro que eles nos permitem desfrutar. No entanto, ao contrário de todo o sentido que nos possa parecer ter quando estamos a desfrutar das vistas do rio Douro, a palavra não tem origem no nome do rio. A origem está no sufixo de origem latina “-douro”, ou “-doiro”, que, neste caso, significa "local destinado a determinada ação" (outros exemplos são "comedouro" ou “lavadouro”).

 

DSC_6225.JPG

Centro histórico de Miranda do Douro

 

DSC_6228.JPG

Sé Catedral

 

DSC_6234.JPG

Na fraga do Puio

 

 

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2017
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2016
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2015
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.