Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Medos

08.06.18

Quando a vida assusta e o que acontece está para além da nossa dimensão, minúsculo no olho da tempestade, uma criança num mundo incompreensível de adultos, perdido e sem ter a quem rezar, sinto-me regressar ao meu quarto de infãncia quando, no escuro, me assustava profundamente com o medo da morte, da ausência, do nada. Agora em adulto os medos são outros, não da morte, mas da própria vida, e do que ela nos reserva.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Links

  •  

  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D