Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

20
Jul20

Memórias do futuro

O passado e o futuro são ambos igualmente irreais e as nossas memórias do passado valem tanto como memórias do futuro, se nós as tivéssemos. Aliás, o que será o instinto senão memórias do futuro? O pássaro que nasce a saber como fazer um ninho ou a enguia que assim que nasce, uma criatura minúscula, sabe que se tem que dirigir para um rio do outro lado do oceano e que, anos mais tarde, sabe que deve  regressar ao local de nascimento para se reproduzir, não nascerão eles já com memórias do futuro?

 

O que me levou a pensar o que seria a vida se tivéssemos acesso às nossas memórias do futuro e não do passado. Ao nascer seríamos sábios, teríamos toda a experiência da vida à nossa frente, as alegrias, os desgostos, as cicatrizes e a falta de espanto que marcam o coração da velhice. E também a tranquilidade e paz de espírito de quem já viveu o que tinha a viver e tem a sabedoria de conhecer a verdadeira importância de cada coisa. Nasceríamos com experiência de viver. Enquanto crescíamos iríamos progressivamente esquecendo-nos do que aprendemos e com a idade iriamos ganhar a alegria de viver, a ânsia de conhecer e experimentar, o prazer dos sentimentos por estrear, cometer os erros da juventude, sentir o espanto perante o mundo e sorrir com a alegria e inocência das crianças. Morreríamos de velhice mas totalmente livres de memórias, como um bebé.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.