Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

14
Set15

Memórias esquecidas

Por vezes certos acontecimentos evocam memórias antigas, memórias que há muito estavam perdidas nos misteriosos sotãos cerebrais das recordações. São pequenos detalhes do presente que nos fazem recordar acontecimentos, sentimentos, fugazes imagens há muito perdidos nas profundezas. As memórias assim convocadas à luz do dia por um certo evento, por vezes apenas levemente relacionado com essa memória, são pedaços preciosos de nós próprios que desconheciamos, por estarem esquecidos. Depois desta súbita e inesperada aparição, geralmente essas recordações retornam ao submundo das memórias esquecidas de onde vieram.

 

As memórias esquecidas são pedaços de nós perdidos dentro de nós próprios.O futuro não existe. O presente é um instante. O que nós somos é o nosso passado, as nossas recordações, as nossas íntimas construções mentais. Não é por apenas existirem dentro do nosso cérebro que deixam de ser reais. Não ter memória é não ser nada. E, raramente, quando temos a oportunidade de rever uma memória esquecida estamos perante algo precioso.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.