Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

03
Nov16

Mente de pulga

Quando nos iniciamos na meditação uma das primeiras constatações que nos surpreende é a quantidade e disparidade de pensamentos que a nossa mente cria, saltitando de pensamento em pensamento, de forma aparentemente aleatória e sem se deter em nenhum. Estes pensamentos surgem-nos na mente de forma totalmente involuntária, se é que se pode utilizar este termo para referir algo que foi gerado pelo nosso consciente. É como se existisse uma tempestade de pensamentos que constantemente esvoaça descontroladamente na nossa mente.

 

Durante as fases iniciais da meditação sente-me enorme dificuldade em afastar da nossa mente esses pensamentos “parasitas” e, assim que o fazemos, rapidamente nos surge outro qualquer pensamento não solicitado. Como referem os budistas, nós temos “mente de pulga”, sempre a saltar de pensamento em pensamento. E isto surpreende-nos imenso porque, apesar de durante toda a nossa vida a nossa mente ter tido este comportamento, nunca nos apercebemos disso até tentarmos uns minutos de meditação e acalmia da mente. E quando se consegue é como se toda a vida tivéssemos vivido num clima tempestuoso e subitamente assistirmos, pela primeira vez, a um momento de bonança em que o Sol brilha e apenas sopra uma leve brisa.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.