Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

26
Jun15

Na vida como na viagem

A idade concede-nos a sabedoria de saber que não nos devemos irritar com o que não controlamos. O comportamento dos outros é aceite com a postura filosófica de quem está imune a certas atitudes. O foco é o meu comportamento, é o que depende de mim. O que os outros fazem é da exclusiva responsabilidade deles. As suas atitudes são acidentes geográficos que todos temos que enfrentar na viagem. Nunca me lembraria de gastar energias em pedir ao rio que altere o seu curso para me facilitar o caminho. A arte de viver está na escolha das lutas que vale a pena lutar.

 

Esta atitude de intocável, de lobo solitário e impassível, é viável para enfrentar as situações da obrigatória convivência na sociedade, mas, a menos que queiramos ser eremitas, para relacionamentos mais íntimos não funciona. Há desejos, objetivos, planos e partilhas que dependem de nós mas certamente também de outros. Nessa situação ou investimos no outro ou abdicamos do objetivo. Um exemplo é o casal, que tem que ser necessariamente algo mais do que duas pessoas que partilham (ou dividem?) uma vida. É preciso adequar os nossos objetivos aos objetivos do outro, sem que isso seja considerado uma diminuição da pessoa. Escolher é sempre abdicar. Como na viagem, escolher uma estrada é abdicar de muitas outras.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.