Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

10
Set15

Não há forma certa de se ser feliz

A melhor definição de felicidade li-a de um anónimo no sítioHumans of New York, histórias, muitas vezes pungentes, outras vezes inspiradoras, de pessoas encontradas aleatoriamente em Nova Iorque. Explicava este nova-iorquino que tinha sido agente musical e que o espantava as enormes diferenças de felicidade nas pessoas e a sua falta de relação com o seu sucesso. Este assunto intrigou-o de tal forma que se inscreveu na universidade e agora é professor universitário de “ciências da felicidade”. E para ele a felicidade é algo que depende de um conjunto de emoções e condições que para cada pessoa têm um valor diferente. É um painel com vários botões que cada um regula, os nasce regulado, da sua forma muito pessoal. Não há uma forma certa de se ser feliz nem uma forma errada de se ser feliz. Para alguns, a tristeza pode até ser a sua forma de felicidade.

 

“I spent about ten years as a music agent. Along the way, I became very interested in how my clients handled success. Some of them were tremendously successful but quite unhappy. Others seemed quite content with their success. The subject interested me so much that I went back to school to study the science of happiness, and now I teach the subject at NYU. Happiness doesn’t necessarily mean you have a smile on your face. It’s more of a mixing board with several different dials: positive emotion, engagement, relationships, meaning, and achievement. Everyone’s mixing board is set differently. There’s no one way to be happy and there’s no wrong way to be happy. I may draw my happiness from relationships, while somebody else may need to be constantly engaged in the pursuit of a goal.” 

 

Humans of New York, 5 September 2015

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.