Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Beijo

16.11.18

O Universo é descrito melhor em termos de eventos do que de existência. Carlo Rovelli descreve a diferença da seguinte forma: um beijo é um evento, uma pedra é uma existência. Se faz sentido perguntar onde estava aquela pedra ontem ou onde estará amanhã, fará algum sentido questionar onde estava ontem este beijo que te dou agora ou onde estará ele amanhã? E é isso que nós somos: um evento, uma complexa reação física e química, em constante mutação, num equilíbrio efémero, uma chama que se auto-consome que, por mero acaso e sem ser esse o objetivo, deu origem à consciência. Impermanentes por definição. Qual o sentido de perguntar onde estava eu antes de existir ou onde estarei depois de terminar? O que sobrará de mim? O mesmo o que sobrou daquele beijo imaginado: uma suave memória da sua existência.

 

Livro: A ordem do tempo, Carlos Rovelli, Ed. Objetiva 2018

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Mais sobre mim

foto do autor



Links

  •  

  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D