Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

20
Ago15

O equívoco da felicidade

 

O conceito de felicidade tornou-se na cultura em que vivemos algo de extremamente valorizado. Vivemos tempos hedonistas, em que a influência cultural cristã de sofrer em vida para receber a recompensa após a morte está lenta mas inexoravelmente a desaparecer. O sistema capitalista liberal e a publicidade consumista bombardeia-nos com imagens de pessoas de sucesso e felizes.Neste contexto o sentimento de felicidade tornou-se a medida de todas as coisas, o objetivo de vida.

 

Esta questão é tão mais trágica porque parece que ninguém sabe bem o que é a felicidade.

 

É comum confundir a felicidade com outros sentimentos, bem distintos. Confude-se felicidade com alegria, com conforto, com bem-estar, com prazer. Confunde-se felicidade com o consumo, com a posse e a riqueza material. Confunde-se o ter com o ser. São todos conceitos bem distintos do que é o âmago da felicidade.

 

As análises aos níveis de felicidade indicam que esta é independente do conforto material, do sucesso profissional ou social e das condições de vida. O nível de felicidade depende mais da propensão biológica para a felicidade de cada um, e de questões subjetivas de expectativa e filosofia de vida do que de questões objetivas de qualidade de vida e de sucesso material.

 

E este é o grande equívoco dos nossos tempos: considerar a felicidade, sem saber bem do que se trata, como a medida do sucesso enquanto pessoa.

 

 

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.