Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

09
Dez15

O futuro começa hoje

O Champalimaud Centre for the Unknown, nome poético que reflete aquela que será por ventura a instituição com a missão mais abrangente, realizou uma conferência subordinada ao tema “The Unknown, 100 years from now: A voyage of discovery”. O objetivo da conferência foi o de promover uma reflexão sobre as possíveis alterações e desafios que a Humanidade irá encontrar daqui a 100 anos.

 

No sentido estrito o objetivo proposto é impraticável. Será suficiente pensarmos no que era a Humanidade em 1915 e o que é agora em 2015 para nos apercebermos da tarefa inglória que seria tentar prever como será a Humanidade, se ainda existir, no ano de 2115. Mas num sentido mais abrangente debater o que queremos que o Homem seja no futuro é agora de importância fundamental. O futuro não é algo que nos acontece, não é uma fatalidade do destino. O futuro constrói-se no presente, nas opções que fazemos que vão determinar aquilo que seremos, e que queremos ser, enquanto espécie no futuro. E hoje, mais do que nunca na história da Humanidade, o debate sobre o que queremos ser no futuro é fundamental.

 

Hoje a Humanidade enfrenta desafios únicos que não só vão determinar o que vamos ser no futuro mas definir o próprio conceito de Homem. O aprofundamento do nosso conhecimento em áreas como a genética, a biotecnologia ou a inteligência artificial, em que a Humanidade está agora a dar os primeiros passos, colocaram nas mãos do Homem os poderes dos deuses e temos agora a responsabilidade suprema de definir o que queremos fazer com esse poder. Somos hoje aprendizes de feiticeiro iniciados num poder que não sabemos ainda controlar e determinar quais as consequências da sua utilização.

 

Temas como a criação de novas espécies, o aperfeiçoamento artificial da nossa próprias espécie, a criação de vida não orgânica através da inteligência artificial e a incorporação da tecnologia com a biologia, o prolongamento do tempo médio de vida e a preservação da habitabilidade do nosso planeta colocam-nos hoje, mais do nunca, a enorme responsabilidade de definir o que queremos para o futuro dos nossos filhos.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.