Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

21
Set16

O mecanismo de Anticítera

Em 1901 foi descoberto no Mediterrâneo, nos vestígios de um naufrágio junto à ilha grega de Anticítera, um misterioso artefacto, datado de há mais de 2000 anos, constituído por um complexo conjunto de engrenagens de cobre. Na altura este mecanismo não suscitou grande atenção, mas mais tarde, em meados do Sec. XX, vários cientistas tentaram perceber qual o objetivo daquele achado reproduzir o seu funcionamento. As conclusões indicam que seria um mecanismo com capacidade de calendário astral e para indicar a posição astronómica de vários astros, incluindo todos os planetas do sistema solar conhecidos na altura, de indicar a ocorrência de eclipses e o ciclo dos Jogos Olímpicos. É considerado o primeiro computador de sempre, objeto único, insólito e genial considerando a data em que foi produzido. O conhecimento necessário para construir algo semelhante ao mecanismo de Anticítera só viria a surgir novamente mais de 1500 anos depois.

 

Esta história serve para nos lembrar que a evolução humana é feita de avanços e recuos. Tal como acontece com a ciência e o conhecimento, também as sociedades humanas estão sujeitas a avanços e recuos civilizacionais. Não podemos dar como adquirido que a civilização está a evoluir no sentido certo, e todos temos o dever de honrar os nossos antepassados esforçando-nos para que a as grandes conquistas civilizacionais não se percam. A modernidade não é sinónimo de evolução.  

 

Lembro-me disto assistindo ao que se passa hoje no mundo.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.