Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



No programa da RTP Portugueses pelo Mundo um emigrante português no Panamá referia que o que mais sentia falta de Portugal era a família, a gastronomia e…as estações do ano. É algo que quem não vive em climas tropicais não costuma valorizar devidamente. Sentir as mudanças de ciclo da Natureza e a forma como somos também influenciados por elas, remete-nos para as nossas origens, recorda-nos que somos seres da natureza e que fazemos parte deste ciclo.Também nós vivemos ao ritmo das estações do ano.

 

Os calendários indicam que é Verão mas na Natureza o Outono já chegou. Folhas castanhas e douradas esvoaçam pela paisagem ao sabor do vento forte e fresco de Outono. O céu vai perdendo o seu azul quase permanente de Verão e aparece de vez em quando preenchido por nuvens de diversas tonalidades de cinzento. As primeiras chuvas de Outono começam a cair deixando o seu agradável aroma a terra molhada. A beleza do nascer o o pôr de Sol ganha uma renovada imprevisibilidade.

 

Todas as estações do ano têm a sua beleza, os seus cheiros, os seus humores, os seus ambientes e os seus rituais. Viver as mudanças de ciclo da Natureza é uma renovação, é iniciar uma nova etapa, é também estar vivo.

 

* Inpirado em António Machado

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Links

  •  

  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D