Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

15
Mar16

O Ritual

Todas as religiões têm os seus rituais. Utilizando como exemplo a religião católica, os rituais de batizado, casamento, funeral e a celebração da missa dominical revelam-se importantes para as pessoas, não só pelas suas convicções religiosas, mas porque o rito é importante per si. A cerimónia, e toda a encenação do rito, assinala a transição, o momento de reflexão e introspeção. O rito não é uma cerimónia para os deuses, é feita a pensar nas necessidades dos Homens, é um momento pessoal e social, mais do que sobrenatural.

 

O filósofo Alain de Botton propôs a construção de um templo para ateus. A proposta faz sentido na medida em que o ateu também sente a necessidade do ritual que existe exclusivamente associado às religiões. A existência do templo e do ritual do ateu proporcionaria a este o momento de união com o que nos transcende, que hoje está disponível somente para o crente. O argumento contra esta ideia é que um templo para ateus seria um desperdício de dinheiro e que os templos representam locais de exclusão (de todas as outras religiões) mais do que de inclusão. Vem esta reflexão a propósito da comemoração do dia do Pi, momento que se assemelha, para o racionalista e céptico, a um dia dedicado a uma divindade para o crente.

 

Para o ateu a existência de um templo talvez não seja o fundamental, o Universo é o templo do ateu. Mas o ritual, praticado pela Humanidade desde de tempos imemoriais, é fundamental para o ser Humano, seja crente ou ateu.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.