Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

16
Jan18

Os Adultos

Na nossa infância temos um conceito de “adulto” como alguém que, pela experiência ou por algum conhecimento obtido de forma para nós insondável, sabe algo mais do que nós. O adulto é alguém que já não sofre das angústias das decisões de vida, para quem a burocracia do viver não tem segredos, que sabe sempre o que fazer em cada momento. No fundo durante essa fase da nossa vida temos o conforto de saber que há um adulto que nos pode amparar, uma rede de segurança nos volteios trapezistas da nossa juventude.

 

Só que o tempo vai passando e chega um momento em que inevitavelmente temos que questionar: quem são agora os adultos? E um dia a resposta a essa questão surge intimidante: agora os adultos somos nós. Não há ninguém mais, os adultos, somos inevitavelmente nós. E, qual não é o choque, quando percebemos que isto de se ser adulto não é em muito diferente das outras fases da vida, continuamos a ser uma infindável lista de angústias e incompreensões perante os problemas que a vida e a morte nos vão colocando diariamente. Descobrimos que aquela velha frase, que todos certamente já ouvimos em criança, do “quando fores adulto vais perceber” é uma fraude, afinal parece que sou adulto agora e continuo sem perceber nada. A imagem que vemos todos os dias no espelho vai envelhecendo, a criança dentro de nós há muito que anda desaparecida, mas continuamos sem saber nada do que é isso de ser adulto.

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.