Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Da lista dos três venenos que estão na origem do sofrimento identificados pela filosofia budista nota-se a ausência da tristeza. A tristeza é um sentimento autónomo, não é uma consequência. Alguns pode-se considerar que têm tudo, que não é muito, para ser feliz e no entanto vivem num constante nevoeiro de tristeza. Nós, que estamos vivos e somos testemunhas dessa extrema improbabilidade que é existirmos e sermos sencientes, temos os motivos que bastem para sermos felizes. Sentimos a brisa na cara, só por isso devíamos ser felizes. Mas a tristeza está lá. E o mais curioso é que nos podemos habituar a esse nevoeiro, a essa bruma que nos envolve o espírito, a esse aperto que se torna aconchegante. E, voltando à sabedoria budista dos três venenos, podemos concluir que a tristeza não é de facto sofrimento nem origem de sofrimento. Como se estar triste possa ser para alguns uma forma de se ser feliz.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor



Links

  •  

  • Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D