Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

rua do imaginário

Porque existe algo em vez do nada?

Porque existe algo em vez do nada?

rua do imaginário

31
Out16

Viver o agora

Um dos capítulos do livro “Ensaios de Amor” de Alain de Botton tem por título “Medo da felicidade” e reflete sobre a nossa incapacidade de sermos verdadeiramente felizes, em parte por culpa precisamente da pressão exercida pela sociedade para sermos felizes. A felicidade, tal como é entendida pela sociedade,  é uma sensação transitória, é um momento. Antecipamos com expectativa os momentos que esperamos vir a ser de felicidade (o futuro), uma viagem, umas férias ou um jantar com amigos, por exemplo. No entanto, quando vivemos esses momentos (o presente) nunca corresponde realmente a uma felicidade total e livre de angústias. Porquê? Porque sabemos que é transitório e que esse momento e nunca corresponde totalmente ao antecipado. Não estamos a viver o momento.

 

É fundamental sabermos que a felicidade é também saber viver o momento, sem nostalgias pelo passado ou ansiedades pelo futuro. Viver o agora é poderoso e pode transformar a nossa vida. Escrevia com sabedoria Marie Curie numa carta à sua filha Irene: “Com a idade aprendemos que a capacidade de viver o momento é um bem imenso, como um estado de graça.”

 

“Ensaios de Amor” é o primeiro livro de Alain de Botton, escrito quando tinha apenas 23 anos, e talvez seja o mais interessante dos que conheço. Um misto entre uma estória de amor e um tratado filosófico sobre este tema, o livro consegue ao longo de uma banal (para os outros) estória de amor ir refletindo sobre conceitos filosóficos de forma muito interessante.

 

Ensaios de Amor, Alain de Botton.jpg

Ensaios de Amor, Alain de Botton

Links

  •  
  • Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.